Os 4 tipos de mentiras: A mentira branca, mentira benéfica, mentira enganosa e mentira maliciosa

 

 

Tipos de mentiras:

 
Existem quatro tipos de mentiras – A mentira branca, a Mentira Benéfica, a Mentira maliciosa e a mentira enganosa.
 
A mentira branca faz parte do nosso tecido social. É o que nos impede de ferir emocionalmente ou insultar uns aos outros com a verdade fria, dura e dolorosa. Todo mundo busca viver uma vida sem violência e agressão, de modo a não ferir as pessoas. Se você ver alguém vestindo uma roupa nova que não lhe agrada, você vai dizer que está ótimo, de modo a não magoar.
 
A Mentira Benéfica é usada por uma pessoa que tem a intenção de ajudar os outros. Por exemplo, os médicos que vão até o paciente em seu leito de morte para levantar seus ânimos ou prescrever uma falsa medicação, um agricultor que esconde Judeus dos nazistas nega que está mantendo eles em sua casa ou quando o homem fala para mulher que ela não está gorda, tecnicamente todos estão mentindo.
 
O perigo está na mentira enganosa, porque nesse caso, o mentiroso pretende prejudicar ou tirar vantagem da vítima para seu próprio benefício.
 
A mentira enganosa tem duas variáveis:  Ocultação e Falsificação.
 
Na ocultação, o mentiroso realmente não diz uma mentira, mas oculta a informação. Ou seja, Glória pode dizer a sua amiga Beti que viu seu ex-namorado em uma festa na noite passada. Mas não revela que na verdade voltou para casa com ele.
 
Na falsificação, falsas informações são apresentadas como se fossem verdadeiras, intencionalmente. Então Glória pode dizer a Beti que não curtiu a festa e acabou indo para casa cedo, sozinha.
 
Mentiras maliciosas (fofocas), muitas vezes são usadas como armas em uma situação de concorrência. Mentirosos maliciosos começam a destruir o caráter e a reputação de suas vítimas, geralmente com resultados duradouros e devastadores. Uma empresa pode, por exemplo, espalhar a falsa informação de que seu principal concorrente está com dificuldades financeiras. Da mesma forma, é perfeitamente normal para os partidos políticos iniciar rumores de comportamentos sexuais impróprios contra um adversário.
 

Tipos de mentirosos

 
Um mentiroso "natural" é alguém que tem consciência da mentira, mas está confiante em sua capacidade de enganar, e tem feito isso desde a infância. Muitas vezes, eles aprenderam a mentir para seus pais para evitar terríveis punições que poderiam acontecer se dissessem a verdade. Muitos mentirosos naturais quando adultos, tornam-se advogados, vendedores, negociadores, atores, políticos e espiões.
 
Um mentiroso "não natural" é uma pessoa que, quando uma criança, foi convencida por seus pais, que era impossível mentir, sem que eles pudessem detectar. Esses passam a vida dizendo a todos a verdade sobre tudo, insistindo que "Nunca pôde dizer uma mentira" o que pode ser um problema.
 


Comentários do Facebook

4 Comentários


  1. Anônimo

    3 de agosto de 2013 em 21:03

    Também tem a Mentira por Omissão.
    Quando mentimos para nós mesmos para nós sentirmos melhor. Ou nós apegamos a alguma crença sem fundamento. Ex: A mulher que ver sinais de traição mas prefere mentir pra si mesma ou o familiar do paciente que foi diagnosticado com poucos dias de vida. O familiar demora a aceitar ou pode se apegar a uma falsa verdade.

    Responder

    • Anônimo

      25 de abril de 2015 em 01:51

      seus exemplos não se encaixam em mentira, mas sim em "esperança". O que é diferente.

      Responder

  2. Deborah Silva

    30 de setembro de 2014 em 15:53

    Sês é burro ou o que eu ped o significadai mentira branca

    Responder

  3. Anônimo

    27 de agosto de 2015 em 01:36

    Eu to perdida, para o meu namorado até se eu confundir um horário já é uma mentira!

    Responder

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado Os campos obrigatórios estão assinalados por um asterisco. *