êxtase

A psicologia do êxtase

 

Os homens morrem em desespero, enquanto os espíritos morrem em êxtase.” – Balzac

A felicidade é considerada tão importante quanto a declaração dos direitos humanos. O engraçado é que a felicidade pode significar uma coisa para mim e outra para você.

Existe um conceito diferente para pessoas diferentes. Em um nível, ela pode ser uma mistura (bem grande) de emoções positivas ou agradáveis, como aceitação, contentamento, gratidão, emoção e alegria. Em outro nível, pode ser associada em termos de desenvolvimento humano ou uma boa vida. Mas não vamos falar propriamente de felicidade, nós vamos além disso, vamos falar sobre euforia, particularmente em êxtase.

A palavra “euforia” (εὐφορία) vem do grego, que significa literalmente “poder perseverar facilmente”. O termo tem sido utilizado para definir qualquer forma intensa de sentimento positivo, especialmente quando se fala em uma qualidade abstrata ou expansiva. Essa euforia intensa não é muito comum no curso normal da vida humana, mas pode ser introduzida por certas substâncias e certas experiências, como beleza, arte, música, amor, orgasmo, exercício físico e triunfo. Também pode ser o resultado de uma série de transtornos psiquiátricos e neurológicos, o primeiro deles é o transtorno bipolar.

Comentários do Facebook