Amor

O amor vai te matar, mas….ok


O que é o eu? O poeta Walt Whitman disse certa vez que o homem moderno pensa que o eu é alguma coisa que fica no espaço entre os sapatos e o chapéu. Esta ideia está longe da verdade. Aquilo que comumente pensamos ser o eu é algo temporal e ilusório. A maioria das pessoas acha que “eu” é a coisa mais importante deste mundo: “Eu penso que…”, “Eu fiz isso…”, “Eu tenho o direito de…”, etc. Porém, o “eu” é o somatório de todas as outras pessoas e coisas.

O amor é o que lá no fundo todos nós desejamos, mas evitamos ao máximo. O amor é o estado de consciência mais feliz que se pode ter, mas o mais assustador também. O amor cura, mas também pode machucar.

O medo de amar

A maioria das pessoas falam sobre amor, mas muitas delas não parecem amorosas ou realmente dispostas a amar. O amor é desejado por todos, mas apenas alguns se atrevem a chegar perto dele.

Comentários do Facebook